Mitocôndria, herança essencialmente materna

0
531

Você sabia que as mitocôndrias, organelas celulares responsáveis pela produção de energia para as células são uma herança exclusivamente materna?

Vamos conhecer algumas teorias a respeito?

Pois é, uma delas é que no momento da fecundação, quando o espermatozóide atinge o interior do óvulo, o mesmo contribui para formação do zigoto apenas com o núcleo e o o centríolo.

A maioria das mitocôndrias do espermatozóide ficam de fora, com a cauda que fica para trás quando o mesmo adentra ao ovócito.

As poucas mitocôndrias do espermatozóide que passam são absorvidas pelo citoplasma do óvulo onde se desintegram.

Outra teoria sugere que a maioria das mitocôndrias do espermatozóide estaria localizada na peça intermediária entre a cabeça e a cauda do mesmo que adentra junto com a cabeça no óvulo onde as organelas produtoras de energia provenientes do espermatozóide são eliminadas por enzimas do citoplasma do gameta feminino.

Entretanto pesquisas recentes, publicadas na Revista Science dão conta de que um gene o CPS – 6, presente no DNA mitocondrial do próprio espermatozóide é ativado ao entrar no óvulo e seria o responsável por desencadear o processo responsável pela degradação de todas as mitocôndrias paternas, inclusive seu DNA.

Uma enzima é codificada pelo gene CPS – 6 fazendo a membrana mitocondrial paterna ser digerida no início da fecundação, dando início ao processo de eliminação das mitocôndrias paternas que é levado à termo no citoplasma do óvulo com o auxílio de outras enzimas proteolíticas presentes no citoplasma do gameta feminino.

Os pesquisadores da Universidade do Colorado – USA, chegaram a esta conclusão ao acompanhar passo a passo a fecundação num verme nematoda, o Caenorhabditis elegans.

Agora outras pesquisas serão feitas para detalhar e confirmar se o mesmo processo acontece em todas as outras espécies.

De qualquer forma, é certo que o DNA mitocondrial paterno nunca pode ser encontrados nas células eucarióticas animais, indicando sua origem exclusivamente materna.

Então após a concepção, que envolve a fusão do pró núcleo masculino com o pró núcleo feminino no processo chamado anfimixia, apenas as mitocôndrias do óvulo permanecem.

Os estudos atuais sugerem que por algum motivo que ainda precisa ser investigado e conhecido a degeneração das mitocôndrias paternas é um fenômeno essencial para o perfeito e correto desenvolvimento do embrião do novo ser em formação.

Bibliografia

JUNQUEIRA, Luiz C.; CARNEIRO, José. Biologia Celular e Molecular. 8ª ed. Rio de Janeiro. Guanabara Koogan S.A, 2005. 332 p.

Revista Nature – www.nature.com

ONDE PESQUISAMOS – Clique e saiba. Todos os direitos reservados – © Copyright 2015/2017 – Biota do Futuro.

Deixe uma resposta